Cineclube Araucária homenageia Frida e outros artistas em mostra de cinema


O Cineclube Araucária promove entre os dias 19 e 22 de maio uma sessão de filmes que reverenciam e registram as histórias de quatro gênios das artes plásticas. De quinta a sábado, as sessões acontecem às 19h30. No domingo, tem matinê às 15h e fechando a mostra às 18h.
 

A mostra No Cinema Por Outras Telas é formada pelos seguintes filmes: Frida (de Julie Taymor), que narra a intensa e conturbada vida da artista mexicana Frida Kahlo, Agonia e Êxtase (de Carol Reed), sobre Michelangelo e seu trabalho na Capela Sistina, Sede de Viver (de Vincente Minelli), que traz Vincent Van Gogh  com todo o seu talento e seu tormento, e Pollock (de Ed Harris), sobre a arte original de Jackson Pollock.

 

PROGRAMAÇÃO
 

Quinta - 19 – Frida



Frida Kahlo foi uma das maiores personalidades artísticas do México. Consagrada e aclamada como pintora, ela teve um tumultuado casamento com Diego Rivera, seu companheiro também nas artes, além de um controverso caso com o escritor e político russo Leon Trotsky, além de várias histórias com mulheres célebres.


Sexta – 20 - Agonia e Êxtase


Preocupado com o legado que deixaria para as gerações futuras, o Papa Júlio II resolve contratar Michelangelo para pintar o teto da Capela Sistina no Vaticano. A princípio o artista se recusa, mas acaba forçado a aceitar a empreitada, dando início a uma série de disputas entre ele o pontífice.

Sábado - 21 – Sede de Viver
 

Em 1877, Vincent Van Gogh era um homem que trabalhava em um serviço religioso na Bélgica, até que seu irmão, um negociante de artes, o leva para Paris. Na capital francesa, ele tem contato com diversos artistas que o impulsionam a pintar, e logo, Van Gogh se transforma em um mestre da pintura que se divide entre sua genialidade artística e a mente atormentada.
 

Domingo 22 – MATINÊ – Uma Noite no Museu


Larry trabalha como segurança noturno de um museu de história natural. Uma noite, coisas estranhas começam a acontecer, quando esqueletos de dinossauros e estátuas de cera ganham vida. Em meio ao caos, a única ajuda que pode receber vem da estátua de Theodore Roosevelt.
 

Domingo – 22 - Pollock


Em Agosto de 1949 a revista Life publicou em sua capa a seguinte manchete: “Jackson Pollock: será ele o maior artista vivo dos Estados Unidos?”. A partir daí, Pollock ficou conhecido como a maior celebridade norte-americana do mundo das artes plásticas e seu estilo corajoso e radical ditavam os rumos da arte moderna. Mas, os tormentos, que o ajudaram a criar uma arte original no início de sua vida, passaram a afligi-lo cada vez mais.


Serviço

Local: Espaço Cultural Dr. Além.
Av. Dr. Januário Miráglia, 1582, na Vila Abernéssia. Campos do Jordão/SP.
Horários: quinta a sábado (às 19h30) e domingo (às 18h).
Matinê: domingo, às 15h.
Grátis. Informações: (12) - 3664.2300.
www.cineclubearaucaria.org

Fonte: Da redação
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas