Dica de passeio: Casa da Xilogravura completa 30 anos em 2017


Arte e conhecimento: o Museu Casa da Xilogravura é um dos únicos museus do Brasil especializado em xilogravuras.

 

No museu você vai encontrar  um grande acervo de obras de artistas brasileiros e internacionais. 

 

 

xilogravura é uma gravura feita por meio de impressão sobre o papel de uma matriz entalhada em madeira. O museu trabalha na divulgação dessa arte que nasceu no Oriente há mais de um milênio e meio.

Logo na entrada do museu, entre pilares imponentes, um grande tronco de ipê dá boas vindas aos visitantes, para lembrar que "sem árvore não há xilogravura e nem vida". Uma peça que se estima ter nascido por volta de 1660. Através de seus desenhos circulares deixados pelo tempo é possível demarcar acontecimentos históricos.
  

Algumas placas foram colocadas sobre o tronco fatiado, que seria usado como mesa se não fosse a intervenção do escritor. Apontam o ano de 1698, ano em que Antonio Dias, Bandeirante de Taubaté, passou por Campos do Jordão, descobrindo Ouro Preto em Minas Gerais. O enforcamento de Tiradentes, A Independência do Brasil, o Nascimento de Campos do Jordão e o ano em que o homem pisou na Lua também estão registrados na madeira.
  

Os pioneiros da Xilogravura do Brasil estão expostos no local. Obras de Oswaldo Goeldi, Lasan Segall e Danúbio Gonçalves misturam-se muitas outras de todo o mundo, cada uma com sua história. Conta o fundador do museu, exemplificando um curioso episódio em que conheceu um chinês, com quem teve de se comunicar através de gestos e desenhos, e que resultou em uma exposição de vários artistas orientais em seu museu.


História

 

Fundada em 1987 pelo professor e escritor Antônio F. Costella, o local expõe seu acervo particular, com mais de duas mil obras de cerca de 300 xilógrafos. Segundo Costella, que também cria em xilogravura, a necessidade de expor as obras de arte foi ficando tão forte, que com o tempo ele foi forçado a deixar a casa onde morava para abrigar somente o museu, local onde também funciona a Editora Mantiqueira.
 

Curiosidade

 

No jardim da Casa da Xilogravura existe um pequeno monumento que marca o local onde está enterrado Chiquinho, um cão que participou da trajetória do museu e que inspirou o logotipo da Editora Mantiqueira. Chiquinho foi um cãozinho que nasceu na vizinhança e foi adotado por Costella. Doente, o animal só se alimentava na presença do seu amado dono e poderia morrer caso fossem separados, mas Costella precisava fazer uma viagem, onde apresentaria um trabalho em Portugal. Depois de muita insistência do professor, o cão conseguiu autorização para ir junto a uma longa viajem à Europa durante o período da ditadura. Inclusive a passagem de avião e a autorização do vôo estão expostas no museu.

 

Serviço 

 

Horário de funcionamento: das 9 às 12 e das 14 às 17 horas, de 5ª. a 2ª. feira - (só fecha nas terças e quartas-feiras). 

Entrada R$ 4,00 / Mais de 60 anos, estudantes e professores R$ 2,00 / Menores de 12 anos grátis  / Professores, funcionários e alunos da USP Grátis / Grupos de alunos de escolas gratuitas previamente agendados grátis.

  

Avenida Eduardo Moreira da Cruz, 295, Vila Jaguaribe, Campos do Jordão, SP.

Email: contato@casadaxilogravura.com.br

Site: www.casadaxilogravura.com.br

Telefone de contato: (12) - 3662.1832

 

Como chegar

 

A partir da Vila Capivari, o Centro Turístico de Campos, seguir sentido a saída da cidade. Após a loja de Chocolates Cacau Show entrar na segunda à direita, siga pelo caminho que leva a Igreja Nossa Senhora da Saúde. O Museu Casa da Xilogravura fica próximo da igreja.

Fonte: Da redação
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas