Direitos Humanos é tema de atividades no Felícia Leirner em dezembro


O último mês do ano começa com uma programação especial no Museu Felícia Leirner.  As atividades acontecem do dia 5 a 11 de dezembro e faz uma alusão ao Dia da Declaração dos Direitos Humanos. O Museu está localizado na Av. Dr. Luís Arrobas Martins, nº 1880. Todos os eventos são gratuitos.



 

Oficina #SonharUmMundo sem Preconceitos
Datas: 6, 7 e 8/12/2016
 

Na oficina, aberta ao público, os educadores estimularão – através de propostas, atividades e vivências – a discussão dos preconceitos presentes na sociedade. O objetivo é que cada participante possa compreender a importância das diferenças na construção de um mundo plural e mais justo.
 

Horários: 6/12 – das 9h30 às 11h30; 7/12 – das 14h30 às 16h30; 8/12 – das 9h30 às 11h30
 


Encontro #CriarUmMundo sem Preconceitos
Data: 8/12/2016
 

Encontro de sensibilização para o tema do preconceito, visando o reconhecimento das diferenças, dialogando abertamente sobre elas e compreendendo a importância de valorizá-las. A ação será ministrada por Eduardo Tatit Vitale e deverá contar com o apoio de educadores do Museu para conduzir ações, reflexões e propostas de sensibilização. Haverá certificado.
 

Horário: das 18h às 21h


Mesa redonda: a inclusão de pessoas com deficiência em ambientes culturais
Data: 9/12/2016

A consultora em acessibilidade Amanda Tojal e  a audiodescritora Lívia Motta, que participaram da implantação do Programa de Acessibilidade implementado nos equipamentos culturais, farão uma apresentação sobre os princípios que nortearam a criação e introdução do Programa, apresentando ao público todos os recursos, bem como promovendo uma discussão acerca da inclusão de pessoas com deficiência em ambientes culturais.

Horário: às 15h
 


Estação #SonharUmMundo sem Preconceitos
Data: 10/12/2016

Será criado um espaço onde, em “minioficinas”, serão discutidos os vários preconceitos enraizados na sociedade de forma lúdica e interativa. O objetivo é criar consciência e reflexão sobre o tema e identificar onde e como é possível trabalhar por um mundo mais justo e inclusivo.
 

Horário: das 10h às 17h

Fonte: Da redação
Compartilhe
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas