Lançamento do Peugeot 508 foi feita em Campos do jordão

Desta vez os franceses não vão simplesmente assistir ao domínio dos alemães sem reagir. Para isso apresenta suas armas. É o sedã top de linha 508, um dos modelos mais modernos já desenvolvidos pela Peugeot, do design ao conjunto motriz. Embora seja conhecida no Brasil pelos compactos, a marca francesa tem uma longa tradição em sedãs grandes, em modelos como 504, 505, 601, 604, 605 e 607 – este último chegou a ser vendido no Brasil no início dos anos 2000.

Produzido em Rennes-La-Janais, na França, e em Wuhan, na China, o 508 será vendido aqui em uma única versão de acabamento, com quatro opções de cor – branco Nacré, preto perla nera, cinza alumínio e cinza Haria –, com preço sugerido de R$ 119.900. Para a Peugeot, os principais concorrentes vão de sedãs médios, como os alemães Mercedes-Benz Classe C e BMW Série 3, a grandes, como Hyundai Azera.

Peugeot 508 - foto Divulgação

Peugeot 508 - foto Divulgação
Linhas fluidas e imponentes marcam design do sedã

Galeria de fotos Mais fotos na galeria.

Na apresentação à imprensa especializada, que aconteceu em Campos do Jordão (SP) – aliás, o test-drive foi da capital paulista até a cidade, que é destino da moda na temporada de inverno –, a Peugeot apresentou como consumidor-alvo do sedã um homem (85%) casado (82%) com filhos (81%) e renda média superior a R$ 25 mil. Para ilustrar, a foto de um senhor de terno, gravata e cabelos grisalhos, ao lado da seguinte descrição: "Carreira profissional de sucesso, sendo profissional liberal, dono do próprio negócio ou alta função executiva".

Tal descrição à parte, não faltam qualidades ao 508. Além do desenho imponente e fluido, um interior muito bem acabado e amplo – distância entre-eixos de 2,82 metros –, com inúmeros mimos, como botão de partida, chave que destrava a porta a partir de um sensor de presença, ar-condicionado digital quadrizone (quatro ocupantes podem escolher a temperatura que desejarem), central multimídia WIP NAV (navegador embutido) e MP3 player com conexão por USB ou Bluetooth.

Para o motorista, duas comodidades: o head-up display, que traz dados como velocidade, regulador e limitador de velocidade e indicações de navegação projetadas em uma lâmina translúcida de policarbonato com tratamento antirreflexo localizada atrás do painel, e Park Assist, sensor de estacionamento com medidor de vagas.

Peugeot 508 - foto Divulgação
Interior requintado e cheio de equipamentos

Seus faróis são direcionais e iluminam melhor mesmo estradas com curvas sinuosas. Tecnologia interessante é o sistema de iluminação com faróis adaptativos que, com uma câmera instalada no retrovisor interno, analisa as condições de circulação (cruzamento com outros automóveis, zonas urbanas iluminadas, entre outras) para alterar automaticamente a intensidade da luz de acordo com o tráfego.

Há ainda freio de estacionamento elétrico automático (o botão é acionável ao toque de um dedo) e Hill Assist, que impede que o carro desça em um aclive nos poucos segundos entre tirar o pé do freio e acionar o acelerador. Esse sistema age em conjunto com o ESP (programa eletrônico de estabilidade), que integra o CDS (controle dinâmico de estabilidade), a AFU (assistência à frenagem de urgência) e o REF (repartidor eletrônico de frenagem).

Para maior conforto, a direção é eletridráulica. Há borboletas atrás do volante para a troca de marcha, mas o fato de elas serem fixas causa certa estranheza. Inúmeras funções podem ser acionadas no volante, como controlador de velocidade e comandos do som. Os bancos dianteiros têm regulagem elétrica.

Peugeot 508 - foto Divulgação
Fixas, borboletas atrás do volante permitem trocas sequenciais

Seguindo velha tradição de modelos Peugeot (assim era com o 607), o porta-malas (que no 508 tem 472 litros na configuração para cinco lugares) é aberto pressionando o botão dentro do zero de "508".

Por fim, há quem possa torcer o nariz para a motorização. O 508 é equipado com motor 1.6 THP (Turbo High Pressure), fabricado com bloco de alumínio e desenvolvido em parceria com a BMW. Já conhecido de outros modelos da marca francesa (como o crossover 3008), desenvolve 165 cv de potência.

Nosso testemunho é que ele não deixa a desejar e leva com competência um veículo de 1.410 kg, o que não é muito para seu porte (4,79 m de comprimento por 1,85 m de largura). O torque máximo de 24,5 kgfm aparece a uma rotação bem baixinha, apenas 1.400 rpm, o que torna o modelo particularmente feliz para a condução em áreas urbanas (embora esse não tenha sido exatamente o caso de nosso test-drive).

Armas não faltam para a marca do leão enfrentar os alemães e seus canhões.

Peugeot 508
DADOS DO VEÍCULO
Motor
 4 cilindros em linha, gasolina, 1.598 cm³
Potência 165 cv a 6.000 rpm
Torque 24,5 kgfm a 1.400 rpm
Transmissão automática de 6 velocidades, com Paddle Shift
Peso 1.410 kg
Pneus 235/45 R18
Tanque 72 litros
Porta-malas 473 litros
Comprimento/largura/altura/entre-eixos 4,79/1,85/1,46/2,82 (em metros)
Fabricado na França
PREÇO
R$ 119.990
ACELERAÇÃO DE 0 A 100*
9,2 segundos
VELOCIDADE MÁXIMA*
220 km/h
CONSUMO
Não fornecido
DE SÉRIE
Direção eletridráulica, ar-condicionado quadrizone automático, airbags frontais, laterais e de cortina, freios a disco nas quatro rodas, Park Assist, GPS integrado ao painel, sistema de entrada e partida sem chave, sistema Isofix de fixação de cadeirinhas, ESP (programa eletrônico de estabilidade)
OPCIONAIS
Não há
PRINCIPAIS CONCORRENTES
Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3 e Hyundai Azera

 

Compartilhe
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas