Restaurante Alquimia promove festival de drinks veganos


O restaurante vegano Alquimia preparou um festival especial para esse inverno: drinks sem nada de origem animal. O evento começa neste sábado, 14, e vai até o dia 30 de julho.
 

São seis drinks criados pelo renomado mixologista Marcelo Serrano, do bistrô Brasserie des Arts, que fica na capital paulista. Marcelo já levou o prêmio de Melhor Barman da Revista Veja São Paulo por 4 anos. A seleção de ingredientes foi feita pela curadora gastronômica Reila Criscia.
 

No cardápio, o I Festival de Drinks Veganos terá ingredientes preferencialmente da região, incluindo as bebidas alcoólicas utilizadas. O pinhão, que é a semente comestível da árvore Araucária, está entre os insumos escolhidos.




Confira os drinks


Drink Vegano Araucária


Esse coquetel é indicado aos namorados. Leva em sua receita insumos que instigam a libido, o manjericão e as frutas vermelhas, reunidos ao brandy - destilado de vinho, ao licor de cacau e um toque de mix cítrico. Presta homenagem a imponente e bela árvore da Serra, que tem como fruto o pinhão, semente comestível e altamente apreciada por ser um excelente afrodisíaco. O pinhão é levemente temperado com flor de sal e servido como acompanhamento. O manjericão é adicionado como xarope, feito com a planta colhida na horta local.


Drink Vegano Amor-Perfeito


Entre as belezas da Serra da Mantiqueira, destacam-se as flores. Ela é um jardim natural que abriga as mais delicadas e coloridas espécies, inclusive as comestíveis, como o amor-perfeito-de-jardim. São de várias cores, misturando o amarelo brilhante com o vermelho, roxo, azul e branco, e com aroma suave. Perfeita para decoração, se usada com as sépalas verdes é opção encantadora para ser posta flutuando em bebidas.

Este drink leva o vinho branco, sauvignon blanc, do produtor regional Luiz Porto, de Cordislândia, sul de Minas Gerais, e também a hortelã-pimenta, aromática e curativa, essa planta era reverenciada na mitologia grega por aumentar a virilidade. Também a essência era utilizada para aromatizar molhos e vinhos. Compõe ainda a bebida a grapefruit. O coquetel é uma boa pedida para os apaixonados.
 

 

Drink Vegano Pedra do Baú


Este coquetel foi inspirado na calma que o lugar propicia. Em sua composição a alfazema, flor violeta fortemente perfumada e calmante natural, é curtida no gin. Acrescenta a cerveja pilsener, Baden Baden Cristal e a pera d’agua, cujas pereiras são comuns nos quintais de Campos do Jordão e região, devido ao clima temperado. Fruta suculenta, de sabor adocicado, com casca macia e polpa granulosa. A bebida acrescenta mix cítrico para completar a harmonia dos elementos.
 

 

Drink Vegano Santo Antônio do Pinhal


A vedete desse drink é a jabuticaba, fruta 100% nativa, rica em ferro e cálcio. A fartura em jabuticabeiras na Serra da Mantiqueira deve ter sido a inspiração para o escritor Monteiro Lobato citar a fruta em seus contos, como a predileta da personagem a boneca Emília. O coquetel tem uma mistura audaciosa, com marcantes produtos nativos e exóticos, abundantes na cidade que dá o nome ao drink.

Leva a cachaça de jabuticaba Canaquira, produto artesanal de Cambuquira, sul de Minas Gerais. Acrescenta maracujá, outra fruta 100% brasileira, limão e xarope de amêndoas. Para decorá-lo a capuchinho ou chaguinha, flor vistosa, de cor alaranjada, com gosto apimentado, e também a jabuticaba, finalizando com charme e mais sabor.
 

 

Drink Vegano São Bento


Esse drink em sua composição tem ingredientes que acalmam e aquecem, conhecidos popularmente como “um santo remédio”, são eles o capim-santo e o gengibre. Esses são acompanhados pela vodka, mix cítrico e pimenta rosa. O capim-santo é uma erva aromática e seu perfume lembra o do limão. Com as folhas se faz infusão, que resulta em uma bebida calmante.


O gengibre é uma planta reconhecida a milénios pelas suas propriedades curativas, das quais se destacam: auxiliar da digestão e estimulante sexual. E o coquetel é finalizado com a pimenta-rosa, a aroeira, cujo néctar das flores é muito apreciado pelas abelhas. O fruto maduro é aromático, afrodisíaco e antidepressivo. Podemos considerar que a mixologia, nesse drink, transformou-o em uma ‘benta bebida’.
 

Drink Vegano Caminho do Horto


O caminho do horto tem belas paisagens, aromas, flores e temperaturas amenas, que instigam a degustação de um vinho tinto. Essa foi a inspiração do barman na criação deste coquetel que é composto por vinho tinto, vodka, physalis, xarope de baunilha e mix cítrico. O vinho selecionado é de produtor local, o enólogo Rodrigo Ismael, o orgânico Entre Vilas Cabernet Franc.

A physalis é uma fruta nativa das regiões temperadas, seu cultivo adapta-se bem ao solo e clima de Campos do Jordão. De fruto alaranjado e pequeno, que fica envolto, parcial ou completamente, por uma casca grande e dourada, bastante charmosa ao olhar. É conhecida por purificar o sangue, fortalecer o sistema imunológico, aliviar dores de garganta e ajudar a diminuir as taxas de colesterol.

 

Serviço

Data: de 14/05 a 30/07
Horário: todos os dias das 12h às 15h e das 19h às 23h.
Valor: R$ 27,00 (cada drink)
Local: Restaurante Alquimia, dentro do Hotel Serra da Estrela
Endereço: Rua Mário Otoni Rezende, 160, Vila Capivari mail: reservas@hotelserradaestrela.com.br
Telefone: (12) 3669-8000

Fonte: Da redação
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas