Sebrae lança cartilha para comerciantes venderem mais no Dia das Crianças

O Sebrae lançou a Cartilha Venda Melhor Dia das Crianças para auxiliar os comerciantes a aumentarem as vendas nesta que é, ao lado do Natal, a mais importante data do ano para o varejo de brinquedos e demais segmentos voltados ao público infantil.

Para obter a cartilha, disponível na internet em http://sebr.ae/sp/vm_dcriancas2014, o empreendedor deve se cadastrar no site. Ou se preferir, ainda pode ir pessoalmente até um escritório do Sebrae.


Com o mote “Os presentes são para os pequenos, mas as oportunidades são para quem pensa grande”, o material concentra informações ensinando dicas de marketing apresentando qual a melhor abordagem para atender os pequenos, como confeccionar uma boa vitrine, tirar proveito das redes sociais e vender presentes por faixa etária, entre outras.



 


Uma boa vitrine é importante, atrai clientes. Para alegrar crianças de diferentes idades, é recomendável delimitar espaços específicos para cada faixa etária. No entanto, uma separação entre meninos e meninas também pode garantir bom retorno do público consumidor.


A cartilha também traz boas dicas para vender bem na área virtual. As redes sociaispodem ser um aglutinador para a comunicação – hoje as crianças começam a navegar na web cada vez mais cedo. Proporcionar espaço para fácil navegação e visualização ampliada, além de estruturas intuitivas e de interfaces amigáveis são uma necessidade.

 

Sete dicas para vender mais no Dia das Crianças

 

1 – Aplique adesivos nas vitrines. Usando a criatividade com recursos baratos como balões, bonecas de pano e cores alegres é possível criar uma vitrine muito atrativa.

 

2 – Aposte em personagens, silhuetas de animais ou flores e padrões de estamparias alegres. Combine com piso de grama sintética, carpete ou pintura colorida.

 

3 – Atenda com o coração e sorria sempre. Sorrir é o óbvio, mas infelizmente poucos praticam o óbvio.
 

4 – Tenha bastante paciência. A criança não sabe exprimir bem a relação prática com

o produto.


5 – Dê dicas de presentes de acordo com faixa etária. Informação e bom senso farão com que os presentes sugeridos pela sua loja sejam um sucesso e despertem a vontade da criança em adquiri-los, além da imensa alegria de ter recebido algo que adorou.

 

6 – É possível comprar uma lista de endereços de empresas filiadas à Associação Brasileira de Marketing Direto (ABEMD). Com essa lista, será possível enviar, pelo correio, um catálogo de ofertas para a criança. Ou mesmo no catálogo dar o endereço da sua loja virtual para que os pequenos possam ver os produtos.
 

7 – Faça um pós-venda eficiente. Surpreenda o cliente. Ligue dois dias após a venda e pergunte como está o produto ou serviço adquirido. Essa é a importância de se ter um banco de dados.

Fonte: Da redação
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas