Tubos de bola reciclados em Campos do Jordão

Depois do sucesso da iniciativa em 2010, a MasterCard Tennis Cup está promovendo em Campos do Jordão um torneio mais verde, com a proposta de que o lixo produzido no Tênis Clube, durante a competição, cause menos impacto ambiental na serra paulista, trabalhando não apenas na reciclagem, mas na reutilização do óleo, das bolinhas de tênis e na conscientização ambiental. A ação segue a tendência dos maiores torneios do circuito mundial, que buscam alternativas para reduzir o acúmulo de lixo, reciclar o máximo possível e diminuir a emissão de gases na atmosfera.

Para que a ação tenha ainda mais sucesso do que na temporada passada, lixeiras para coleta seletiva estão espalhadas pelo clube e em todas as salas do evento: imprensa, jogadores, organização, boleiros, juízes e encordoamento. Foi firmada ainda parceria com a Ecoservice e a mesma recolhe diariamente o material reciclável de todos os ambientes do evento e o óleo descartado pela Citron Gastronomia, responsável pela gastronomia do Stella Artois Hall.

O material recolhido pela Ecoservice é enviado ao Centro de Ecoeficiencia em Resíduos (CER), onde é triado de acordo com a classificação (plásticos, vidros, papelão, metal), são prensados, enfardados e enviados a recicladoras da região do Vale do Paraíba e São Paulo. O CER é privado e oferece emprego e renda para mais de 10 trabalhadores que antes trabalhavam em situação irregular e desumana. Parte da receita oriunda da coleta de material reciclável é enviado para o Fundo Municipal de Meio Ambiente para financiar outros projetos ambientais. Criando assim um círculo positivo em torno do resíduo.

Como novidade este ano, além de copos plásticos, garrafas plásticas e de vidro, papel, latinhas de refrigerante, óleo, entre outros, os tubos de bolinhas de tênis também estão sendo reciclados. Até agora já foram reciclados 528 tubos do chamado plástico duro e a expectativa é que este número triplique até o fim do torneio, já que os homens usam mais bolas do que as mulheres.

As bolas de tênis utilizadas pelos atletas também ganham nova vida sendo posteriormente doadas para o Projeto Social Escola de Tênis, do Tênis Clube de Campos do Jordão.

Além do descarte correto de papéis, metais, plásticos e vidro, a competição também contribui com o programa FRATO Social, separando os anéis de latinhas de refrigerante nos recipientes disponíveis pelo Tênis Clube. Os anéis são depois enviados para a empresa de ferramentas com sede em São Paulo, que em apenas três anos já os transformou em mais de 600 cadeiras de rodas, beneficiando diversas entidades assistenciais e provando que a aparente lenda é uma realidade.

Fonte: UOL Esporte
Top Notícias em Campos do jordão Veja todas